Blog

Como escovar os dentes de forma correta

Pense se alguma vez você já teve aula de como escovar os dentes e passar o fio dental!  Se a resposta é não, é quase certo que sua escovação é incorreta. Se a resposta é sim quando eu era criança, é fundamental se atualizar, pois a orientação para as crianças é diferente das dadas aos adultos.

Ainda que a escovação dental seja um hábito rotineiro isso não significa que as pessoas façam do jeito certo. Não é raro que, mesmo pacientes que têm o cuidado de escovar os dentes todos os dias, desenvolvam problemas bucais em função do acúmulo de placa bacteriana.

Isso acontece porque para realizar uma escovação eficiente é preciso que os movimentos sejam feitos do modo correto. Além disso, precisamos escolher a escova dental adequada, um creme de qualidade e cumprir outras etapas que garantem a eliminação de todos os resíduos e bactérias.

A correta higienização previne diversas doenças bucais, como cárie, tártaro, gengivite e periodontite, além de combater o mau hálito. Por isso, preparamos este artigo para explicar como escovar os dentes do jeito certo, já que essa é a principal forma de manter seus dentes saudáveis e bonitos. Acompanhe!

 

Escolha a escova certa

Existem muitos modelos e tipos diferentes de escovas de dente no mercado, mas quando você for comprar a sua não pode se deixar levar pelo colorido ou apetrechos que, teoricamente, potencializam a limpeza.

O ideal é optar por uma escova com cerdas macias, cabeça pequena e arredondada, para promover uma limpeza delicada e alcançar todas as regiões da boca. Caso você tenha alguma condição específica, como usar aparelho, prótese e ter sensibilidade, converse com o dentista sobre qual seria a escova ideal em seu caso.

 

Use o creme dental adequadamente

A quantidade de creme dental também faz toda a diferença na hora de escovar os dentes. Não é preciso usar muito desse produto, e isso nem mesmo é recomendado, porque nesse caso faria espuma demais, estimulando finalizar a escovação precocemente. Prefira usar uma quantidade equivalente a um grão de ervilha.

Também existem vários tipos de creme dental, mas assim como acontece com as escovas nem todos eles são benéficos. A primeira característica que você precisa observar nesse produto é a presença de flúor em sua composição, pois esse mineral é essencial para fortalecer os dentes.

Procure evitar as pastas branqueadoras, porque elas podem conter ingredientes abrasivos que desgastam o esmalte. Você pode conversar com o dentista da sua confiança para que ele indique um bom creme dental em seu caso. Afinal, algumas pessoas precisam de uma proteção extra, como para os casos de dentes sensíveis, com propensão para placa bacteriana ou cárie e gengivite.

Veja também:  Os mitos e verdades sobre o flúor.

 

Faça os movimentos corretamente

Há quem acredite que para que os dentes sejam limpos de verdade é preciso escová-los com força, mas não é bem assim. A placa bacteriana é removida sem dificuldade, por isso, os movimentos devem ser realizados de forma delicada e suave.

Para que a escovação seja eficiente, procure dividir a boca em quatro partes sendo: direita e esquerda superior, direita e esquerda inferior.

Tanto na face externa dos dentes (aquela que fica visível durante o sorriso) como na parte de trás dele (que fica em contato com a língua) coloque a escova em um ângulo de cerca de 45 graus das cerdas com a coroa dos dentes, apoiada na margem gengival e faça movimentos delicados de vai e vem bem curtos, quase sem tirar a escova do lugar! Na parte de cima dos dentes, onde os dentes superiores tocam os inferiores, faça movimentos de vai e vem também curtos.

Os movimentos devem ser de vibração apenas. Quanto mais escovamos o mesmo lugar, melhor removemos a placa bacteriana! Não é a força que limpa, e sim o tempo de 3 a 5 segundos que ficamos na mesma superfície dentária.

 

Higienize a língua

A língua também acumula resíduos de alimento e bactérias, por isso, precisa ser escovada. Depois de escovar os dentes, elimine a espuma da boca e utilize a própria escova para “varrer” a sujeira. Inicie na parte de trás da língua e puxe os resíduos em direção à ponta dela. Você também pode optar pelo raspador.

Evite fazer os movimentos de vai e vem para escovar a língua porque eles podem empurrar a sujeira em direção à garganta, levando à possível deglutição da pasta de dente e/ou de bactérias.

 

Passe o fio dental

O uso do fio dental é indispensável e precisa ser feito pelo menos uma vez por dia. Procure ser delicado para não ferir a gengiva, mas não se esqueça de que é fundamental que ele seja passado também nas bordas dela, ou seja, entrando levemente na gengiva entre os dentes, porque ali se acumula placa bacteriana e pode formar o tártaro subgengival.

O fio dental deve remover a placa bacteriana que se acumula nas superfícies entre os dentes, por isso precisa ser feita a força do fio dental contra o dente e não contra a gengiva.

Veja também:  Dente com tártaro – saiba como evitar.

 

Finalize com o enxaguante

O enxaguante bucal não é um item obrigatório, mas ele pode ajudar a complementar a limpeza da boca e deixar o hálito mais fresco. Se você optar por usar esse produto, lembre-se de que é essencial escolher uma marca que não contenha álcool, pois esse ingrediente resseca a mucosa bucal desequilibrando a saúde da boca.

Dra Fulvia Ney Pizzocolo Caterina apex odontologiafaixa-apex-odontologia

Dra. Fulvia Ney Pizzocolo Caterina
CRO-SP 57052

Formada pela Universidade Paulista – UNIP – em 1995, e pós-graduada em especialização de Odontopediatria (bebes e crianças) , odontohebiatria (adolescentes) e atua na área de endodontia.

faixa-apex-odontologia

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco

× Agendar Consulta