Prótese Dentária

 

Cada um dos 32 dentes da arcada dentária de uma pessoa adulta possui as suas funções.

Com exceção dos dentes do siso, todos os demais, quando em falta, comprometem a mastigação e podem causar prejuízos para os outros dentes e os ossos da face. Por isso, quando uma pessoa perde um ou mais dentes, o ideal é que entendamos o porquê da perda e façamos a correta reconstituição da mordida através de próteses.

O que são as próteses dentárias?

As próteses dentárias são peças confeccionadas em resina ou porcelana que imitam o formato de um dente natural. Elas possuem a mesma cor do esmalte dentário, para que possam substituir o dente faltoso sem que haja prejuízo estético para o paciente.

O intuito da colocação de uma prótese é recompor a arcada dentária para que ela mantenha sua funcionalidade adequada e melhore a aparência do sorriso. No primeiro caso os ganhos são para a saúde bucal e no segundo, para a autoestima da pessoa.

Por que as próteses são indicadas?

O impacto estético da falta de dentes é significativo e isso abala a autoestima da pessoa, que se sente insegura com a aceitação da sociedade. Ela mesma pode não gostar de sua imagem e isso afeta a sua vida pessoal e profissional.

A colocação da prótese é indicada para que ela recobre sua autoconfiança, não sinta vergonha de falar ou sorrir, e possa sentir-se satisfeita com sua imagem. Mas há quem não se importe com a falta do dente, em especial se ele estiver no fundo da boca.

De toda forma, mesmo que a falta de um dente não afete a aparência do sorriso, precisamos considerar as perdas para a saúde bucal pois os dentes foram feitos para mastigar bem. Afinal, as próteses são indicadas para devolver a funcionalidade da mastigação.

Isso significa que seu uso visa equilibrar a funcionalidade dos dentes, proteger aqueles naturais restantes e os ossos do maxilar contra a sobrecarga.

Cada dente tem a sua função e, se um deles está em falta, outro irá cumpri-la. As compensações afetam os ossos do maxilar e podem causar dores, desgaste da articulação, sobrecarga em outros dentes, sobrecargas de implantes, quebras de novos dentes e também perdas de outros dentes.

Tipos de prótese dentária

Existem dois tipos principais de próteses para substituir um ou mais dentes:

Móveis: popularmente chamadas de ponte móvel e dentadura, podem ser retiradas da boca.
Fixas: também chamadas de ponte fixa, são apoiadas sobre os dentes e cimentadas para que se mantenham no local e não sejam removidas.

A prótese ideal é indicada pelo dentista conforme a necessidade e/ou desejo de cada paciente.

Fale Conosco