Blog

Cigarro x Saúde bucal

Constantemente as pessoas são alertadas sobre os malefícios que o cigarro pode trazer para a saúde de um modo geral. Mas é importante reforçarmos essas informações, principalmente no que se refere à saúde bucal.

Afinal, é pela boca que a fumaça e as toxinas do tabaco adentram o organismo, sendo assim, essa é a primeira área do nosso corpo agredida. As consequências dessa agressão são muito sérias e trazem complicações diversas, afetando os dentes e os tecidos que os sustentam.

Continue lendo este artigo para entender quais são os impactos negativos que o cigarro traz para a nossa saúde bucal e entenda por que é tão importante combater esse vício até eliminá-lo definitivamente. Acompanhe.

Mau hálito

Os problemas que o cigarro provoca na saúde bucal começam com a alteração do odor do hálito. Isso acontece porque a fumaça provoca ressecamento da mucosa bucal e reduz a produção de saliva.

Ela é muito importante para manter a hidratação da nossa boca, promover a higienização natural dos dentes e equilibrar o PH (regular a acidez). Quando está em falta, existe um estímulo para a proliferação de bactérias que liberam ácidos e gases mal cheirosos.

Outra explicação para o mau hálito é o fato de que as toxinas presentes na combustão do tabaco ficam alojadas na garganta, no nariz e nos pulmões. Elas liberam odores desagradáveis que saem pela boca quando falamos ou respiramos, provocando o mau hálito.

Nicotina escurece os dentes 

Um dos principais compostos químicos que encontramos no cigarro é a nicotina. Ela está presente na fumaça e fica aderida ao esmalte dentário do fumante, um processo que causa o escurecimento dos dentes prejudicando a sua estética.

Além disso, a nicotina também aumenta a produção de melanina no organismo, e isso faz com que os tecidos bucais fiquem manchados ou escurecidos também. Esse processo é chamado de melanose de fumante.

Propensão para doenças periodontais

As toxinas do cigarro afetam diretamente as gengivas e causam problemas de circulação sanguínea nos tecidos de sustentação dos dentes. Essa condição aumenta significativamente as chances de acontecerem gengivites e periodontites em função de a boca se tornar um ambiente propício para proliferação de bactérias.

Desse modo, a placa bacteriana se forma mais rapidamente e o tártaro também, assim, os microrganismos provocam inflamações e infecções que podem ter uma grande extensão e afetar os ossos que mantém os dentes fixos na boca. Essa complicação pode, inclusive, fazer com que o dente se solte e seja perdido.

Você sabia que roer unhas, morder tampa de caneta e abrir coisas com os dentes também fazem mal à saúde bucal?

Suscetibilidade para doenças bucais

Além das muitas doenças que podem se manifestar no organismo de uma pessoa fumante, incluindo o câncer, a boca também sofre com isso. Como dito, o cigarro prejudica a circulação sanguínea interferindo negativamente na oxigenação e nutrição das células e tecidos.

Essa condição dificulta a cicatrização de lesões e também reduz a eficiência do sistema imunológico. Assim, a boca fica mais suscetível ao ataque de bactérias, fungos e vírus, desenvolvendo mais facilmente diversos problemas.

Câncer na região da boca e garganta

Não são apenas os pulmões que podem desenvolver câncer em função das toxinas presentes no cigarro. Os tumores malignos também se formam nos lábios, laringe, esôfago e faringe, pois o organismo fica mais suscetível a essas neoplasias.

Essa complicação acontece porque as toxinas do cigarro alteram a genética das células causando uma mutação. Elas conseguem acelerar a sua reprodução e tomam o espaço das células saudáveis, desencadeando o câncer.

Quem fuma também sente prejuízos em seu paladar, porque a fumaça do cigarro provoca lesões e agressões nas papilas gustativas. Elas perdem a sensibilidade e a pessoa não consegue sentir direito o gosto dos alimentos.

Por isso, é muito importante evitar o hábito de fumar, já que o cigarro não traz nenhum tipo de benefício ou vantagem, seja para a saúde bucal ou orgânica.

Se você quer abandonar esse vício procure a ajuda de especialistas e também agende uma consulta odontológica para começar a reverter os danos que o cigarro já possa ter causado.

Dr Marcos Ney Pizzocolo apex odontologiafaixa-apex-odontologia

Por Dr. Marcos Ney Pizzocolo

Formado pela Universidade Paulista – UNIP – em 1995 e pós-graduado em especialização de prótese dentária. Atua na área de estética, implante, cirurgia oral e reabilitação oral.

faixa-apex-odontologia

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco

WhatsApp Agende sua consulta